APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias

Por: Pietra Alcântara

Notícia

Publicado em 04.03.2022 | 15:03 | Alterado em 07.03.2022 | 15:17

Tempo de leitura: 3 min(s)

O Dia Internacional da Mulher vem aí e o primeiro Rolê na Quebrada de março te deixa por dentro de eventos nas Fábricas de Cultura de São Paulo em homenagem a data. Além disso, tem exposição sobre um grupo de danças de matrizes africanas, muita rima e um mês inteiro de shows gratuitos em celebração hip hop.

Seja no sofá de casa ou na rua, continue se cuidando! E se for sair, leveo comprovante de vacinação, a máscara e álcool em gel. Bora?

Mulheres na música

No dia 8 de março, em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher, o canal no YouTube das Fábricas de Cultura terá uma transmissão especial. O show, promovido pela Fábrica de Cultura Brasilândia, na zona norte, traz um repertório criado a partir de um mural histórico de composições feitas por mulheres desde o início do século passado até os dias atuais.

O evento será apresentado por Isadora Títto na voz, Ana Eliza Colomar na flauta transversal, cello e sax, e Rosana Bergamasco no violão.

Mulheres que Cantam Mulheres

Dia e horário: 8/3 às 17h

Onde : YouTube das Fábricas de Cultura

Preço: Gratuito

Empoderadas

Já no Facebook das Fábricas de Cultura, às 16h, vai rolar o bate-papo “Empoderar vai muito além do batom vermelho”. Luciane Ferezin fala sobre as batalhas diárias das mulheres e a importância de se sentir representada com histórias reais.

Live

Dia e horário: 8/3 às 16h

Onde: Facebook das Fábricas de Cultura

Preço: Gratuito

Danças africanas

Baseada nas pesquisas e trabalhos do Grupo Ewé, focado em danças de matrizes africanas, vai rolar a exposição “Barracão Ewé”, em Itaquera, na zona leste. O evento apresenta ao público criações artísticas, que envolvem também produções de audiovisual.

Registro da gravação da videodança “Bori”, realizada pelo Grupo Ewé @Ian Muntoreanu/Divulgação

As obras reforçam que, para eles, “o futuro é ancestral”. A composição do espaço se dá num ambiente afrofuturista, utilizando principalmente recursos de iluminação que enfatizarão o aspecto da coloração. A ação integra o projeto “Ocupação Artística: Barracão Ewé”.

É possível fazer visitas guiadas, com inscrição prévia neste link. O limite é de 15 pessoas por visita e as vagas serão preenchidas por ordem de inscrição.

Barracão Ewé

Dia e horário: 4/3 a 23/4, terça a sexta, das 11h às 17h; sábados, das 10h às 13h

Onde: Oficina Cultural Alfredo Volpi

Endereço: Rua Américo Salvador Novelli, 416 – Itaquera

Preço: Gratuito

Ciclo Formativo Slam

Para quem estava com saudade, o Slam da Guilhermina, da zona leste, volta com programação de oficinas, além das batalhas de rimas. No próximo sábado (5), o grupo promove a Oficina de Escrita, com Victor Rodrigues.

Para se inscrever no evento, acesse este link. As oficinas são gratuitas, com emissão de certificado no final. Clique aqui para conferir a programação completa do ciclo formativo.

Emerson Alcalde é poeta, arte-educador e cofundador do Slam da Guilhermina @Arquivo Pessoal

Oficina de Escrita

Dia e horário: 5/3 das 11h às 14h

Onde: Rua das Perdizes, 88 – Barra Funda

Preço: Gratuito

Shows gratuitos

A partir do dia próxima sexta-feira (11) começa a programação do “Mês do Hip Hop 2022”, com atividades em várias partes da cidade. Haverá show gratuitos e rolês que dialogam com a cultura hip hop no Brasil.

A abertura tem como destaque os shows de Bivolt, Black Alien, Rael com Drik Barbosa, Dexter e muito mais! Todas as apresentações são gratuitas, na Praça das Artes, no centro histórico de São Paulo.

Black Alien é uma das atrações @Divulgacão

Além das apresentações artísticas, também terá a “Feira de Hip Hop” na Praça das Artes, nos dias 12 e 13, com exposições e comercialização de empreendedores cadastrados. Essa é a primeira feira de empreendedorismo focada em hip hop da cidade.

A abertura solene será a partir das 10h da manhã no Centro Cultural Penha, na zona leste de São Paulo, com shows, reflexões poéticas e rodas de conversa sobre temas diversos. Para conferir a programação completa, acesse o site do evento.

Vanessa Kryolla, de Itaquera, vai se apresentar dia 12 @@nosnorole_

Abertura Mês do Hip Hop

Dia e horário: 11/3 às 10h

Onde: Largo do Rosário, 20 – Penha de França

Preço: Gratuito

Pietra Alcântara

Formada em Jornalismo e quase pós graduada em Styling e Direção de Arte. Amante de brechós e moda 0800. Social media que não faz dancinhas (mas se pedir com jeitinho, faz), gosta de gravar stories loucos e assistir vídeos no YouTube. Correspondente da Vila Medeiros desde 2019.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para republique@agenciamural.org.br

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.