APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Papo Reto No Zap

É falso que Bolsonaro afirmou que vai confiscar a poupança

Desinformação está vinculada ao boato de que o presidente, se reeleito, indicaria Fernando Collor como ministro, o que já foi desmentido por Bolsonaro

Image

Por: Evelyn Fagundes

Verificação

Publicado em 14.10.2022 | 16:07 | Alterado em 21.10.2022 | 15:11

Tempo de leitura: 2 min(s)
Esta verificação foi produzida em parceria com a Lupa e com apoio do WhatsApp WhatsApp_Logo_1

Circula em grupos de WhatsApp em Guarulhos uma mensagem de texto que cita alguns bairros do município e afirma que o presidente Jair Bolsonaro (PL) está confiscando o dinheiro depositado pelos trabalhadores na poupança – por isso, seria necessária a retirada urgente dos valores nesse fundo.

Confira a verificação do conteúdo:

BOM DIA TABOÃO, CECAP, SÃO JOÃO

RECADO IMPORTANTE;

TIREM SEU DINHEIRO DA POUPANÇA. BOLSONARO ESTÁ CONFISCANDO OS VALORES DOS TRABALHADORES NESTA SEMANA.

PRA QUEM VIVEU NO GOVERNO COLLOR SABE O TERROR QUE FOI. FIQUEM ESPERTOS 🚨🚨

Isso é urgente gente compartilhem.

– Texto reproduzido da mensagem encaminhada pelo WhatsApp

A informação analisada pelo projeto Papo Reto no Zap é falsa. Não há registros de que Bolsonaro tenha dito publicamente que pretende apreender a poupança. Além disso, seu plano de governo não menciona esse tipo de ação.

Esse conteúdo também vem sendo compartilhado em outras redes sociais, acompanhado do boato de que Bolsonaro, se eleito, indicaria o ex-presidente da República e atual senador Fernando Collor (PTB-AL) como um de seus ministros – em 1990, o governo Collor confiscou os fundos bancários dos brasileiros.

Outra variação dessa fake news que tem circulado é de que Bolsonaro pretende confiscar as aposentadorias. Em entrevista no dia 9 de outubro deste ano ao podcast “Pilhado”, o presidente negou essa possibilidade e atribuiu a autoria da desinformação ao deputado federal André Janones (Avante-MG). Bolsonaro também afirmou que não convidou Collor para ser ministro.

De acordo com a verificação da Lupa, Janones publicou uma imagem em seu perfil no Facebook afirmando que, caso Bolsonaro seja reeleito, o ex-presidente Collor seria nomeado ministro e, por isso, há um temor que ele “confisque o Auxílio como fez com a poupança”.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Evelyn Fagundes

Jornalista em formação pela PUC-SP, instituição onde desenvolve sua pesquisa sobre as obras do Racionais MC's. Mãe de pet e planta, canceriana e apaixonada por música. Correspondente de Guarulhos, na Grande São Paulo, desde 2022.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para republique@agenciamural.org.br

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.

Nenhum campo encontrado.