APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias

Por: Guilherme Macedo

Notícia

Publicado em 14.07.2022 | 9:33 | Alterado em 28.07.2022 | 16:51

Tempo de leitura: 1 min(s)

Qualquer morador do Rio Pequeno que tenta contextualizar sua região para uma pessoa de fora, vai ser obrigado a falar “moro no bairro da USP”, citando a Universidade de São Paulo. Mas e se a resposta fosse: moro no bairro dos barbeiros?

Pareceria engraçado no primeiro momento, mas essa característica presente em várias periferias da cidade é uma das principais marcas da Avenida Rio Pequeno, principal via do distrito da zona oeste da capital.

O local se tornou um grande centro de salões de barbearia, onde quase 30 estabelecimentos foram abertos nos últimos anos. Por ali, são profissionais que hoje ensinam a juventude da região a seguir na área e, também, ganham prêmios pelos cortes variados.

São barbeiros como Marcos Oliveira, fundador do Grupo Marcos, que possui cinco salões ao longo de 2 quilômetros de avenida e realiza um projeto de formação. Nas contas dele, foram mais de 50 barbeiros que começaram a trabalhar depois de passarem pela iniciativa.Confira:

Guilherme Macedo

Profissional do Audiovisual. Apaixonado pelo cinema, gosto de trazer um pouco da visão artística no dia a dia. Também um eclético apreciador de música e santista roxo. Correspondente do Rio Pequeno desde 2022.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para republique@agenciamural.org.br

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.